Há um tempo atrás fizemos um controle geral de formigas na fazenda e acabamos com vários formigueiros. As formigas sumiram. E agora observo que em dois ninhos elas reapareceram, inclusive já estão cortando folhas novamente. Isso é normal?

(Pergunta enviada pelo leitor: Marcelo)

Não é comum, mas às vezes acontece. Significa que à época do controle esses formigueiros ficaram apenas amuados, ou seja: houve forte redução da população de formigas, cessando a movimentação externa, o corte e o carregamento de folhas. Mas, por dentro o formigueiro ficou ativo, pois a Rainha continuou viva, produzindo novas gerações de formigas. Provavelmente, é o que foi observado no campo, agora.

Veja bem: a Rainha é a única dentro do formigueiro que reproduz. Ela passa a vida produzindo ovos que dão origem a novas formigas. Por isso, se não for eliminada, o ninho só entra em recesso e meses depois retoma suas atividades com as formigas nascidas após o controle. A pergunta é: o que deu errado? (Leia mais…)

Tenho observado que as formigas cortadeiras preferem certas plantas, atacam mais algumas, outras nem tocam. Por que acontece isso?

(Pergunta enviada pela leitora: Jaqueline)

Saúvas e Quenquéns cortam várias espécies vegetais, sejam de folhas largas ou estreitas. No entanto, o alimento real das cortadeiras é um fungo alimentar que elas cultivam dentro do formigueiro, exatamente com os pedaços de folha que carregam para o ninho e que servirão de substrato para o crescimento do fungo. (Leia mais…)

Há formigas atacando em meu sítio, mas são de tipos diferentes. Isso influi no planejamento do seu controle? Como faço para saber que tipos de formigas tenho lá?

(Pergunta enviada pela leitora: Lucia)

De fato, existem vários tipos de formigas, sendo importante diferenciar quais são as formigas cortadeiras, que causam danos nos plantios. As formigas cortadeiras estão agrupadas em dois grandes gêneros – as saúvas (Atta) e as quenquéns (Acromyrmex). Para planejar o controle de uma forma adequada, será essencial verificar o gênero que está infestando o sítio, pois isso influi no modo de medir o tamanho do formigueiro e definir a dosagem de isca formicida para cada ninho. (Leia mais…)

Tenho um pomar com mais ou menos 1 alqueire, as formigas estão atacando e penso em fazer o controle. Qual a quantidade de iscas formicidas que vou precisar?
(Pergunta enviada pelo leitor: Julio)

 A quantidade de isca formicida é variável, pois não depende da área do seu pomar e sim da área dos formigueiros lá existentes. Ou seja, será preciso medir o tamanho de todos os formigueiros para calcular a dosagem de isca para cada um. Para determinar a quantidade de isca para um sauveiro, deve-se calcular a área desse formigueiro multiplicando sua maior largura pelo maior comprimento; com o resultado da área, multiplique por 10g/m² e terá a quantidade de isca do formigueiro. (Leia mais…)

Tenho uma área conduzida no sistema IPF (Integração Pecuária Floresta) onde ocorre infestação, e venho observando o surgimento de ninhos de saúvas, cuja atividade está aumentando. Como faço para controlar essas formigas com iscas formicidas, já que os animais andam pela área?

(Pergunta enviada pelo leitor: João)

Um manejo adequado das formigas cortadeiras passa por um planejamento bem feito das operações. É a primeira operação a ser realizada na área antes mesmo da análise e correção do solo, a incorporação do calcário para implementação da cultura e a colocação dos animais na área.

É recomendável aplicação dos produtos antes da entrada dos animais visto que o gado pode pisotear as iscas e prejudicar o carregamento das mesmas. (Leia mais…)

Li que as cortadeiras fazem um fungo que depois usam como alimentação. É isso mesmo?
(Pergunta enviada pela leitora: Leila)

Sim, as formigas alimentam-se de um fungo que elas mesmo produzem. E uma história mais do que milenar e um estudo feito nos Estados Unidos nos levam a milhões de anos atrás.

As cortadeiras fazem parte de um grupo de formigas pertencentes à tribo attini (classificação taxonômica), que desenvolveram a capacidade peculiar de cultivar fungos para sua alimentação.

As folhas que elas cortam servem, na verdade, de substrato para a produção do fungo cultivado no interior do formigueiro. Parece ironia, mas as cortadeiras inventaram a agricultura antes do homem. (Leia mais…)

Coloquei Mirex-S para combater as formigas no meu jardim. Quando posso deixar meus cachorros irem no jardim de novo? Eles podem ter contato com esse produto?
(Pergunta enviada pela leitora: Janaina)

Janaina,

Após o carregamento de toda a isca aplicada, os animais já podem voltar a circular a área. Recomendo que você aplique a dosagem correta, conforme descrita em bula e rótulo do produto, mas caso haja sobra de produto, o mesmo deve ser retirado para que os cachorros voltem a frequentar o jardim. (Leia mais…)

Formigão, tenho muitos pássaros em meu lote. Quero saber se a isca ingerida pelos mesmos pode levar à morte.
(Pergunta enviada pelo leitor: Antônio)

Olá, Antônio

De acordo com a quantidade de princípio ativo na formulação de nossas iscas, para que algum animal venha a ter problemas teria de ingerir em torno de duas vezes e meia o seu próprio peso. Mesmo assim, faço algumas recomendações relevantes na aplicação:

·         Aplicar a dosagem recomendada, conforme descrito no rótulo e bula do produto. Recomendação de 10g para cada m2 de terra solta do formigueiro. Para cada olheiro, separado do monte de terra solta, pode aplicar 10g. Colocar as iscas sempre ao lado dos carreiros e olheiros. (Leia mais…)

Dr Formigão, utilizamos a isca formicida Mirex-SD, a qual nos atende muito bem. Gostaria de saber como posso realizar o descarte das embalagens da maneira correta e sem agredir o meio ambiente, uma vez que o produto que usamos é considerado de jardinagem amadora. E como seria a forma de registrar esta devolução para fins de fiscalização?
(Pergunta enviada pelo leitor: Mateus)

Olá, Mateus

Fico muito satisfeito em saber que você obtém bons resultados com o Mirex-S.

Sobre a questão da devolução das embalagens, como você utiliza o produto Mirex-SD, recomendado para uso em jardinagem amadora (jardins e gramados residenciais), não há a necessidade de devolução dessas embalagens – já que o registro deste produto é no Ministérios da Saúde.

Mas reforço aqui, a importância e necessidade de utilização deste produto para a área recomendada na embalagem e rótulo do produto. (Leia mais…)

Gostaria de saber se as formigas “saúvas-mata-pasto” podem ser atraídas pelas iscas formicidas Mirex-S.
(Pergunta enviada pelo leitor: Rafael)

Olá Rafael!

Sim, as iscas formicidas Mirex-S são atraídas pelas formigas saúvas-mata-pasto.

A composição de nossas iscas é de 99,7% de polpa de laranja e óleos essenciais e 0,3% de Sulfuramida (composto químico que causa a mortalidade das espécies de saúva) e possuímos a ISO 9001 que garante a qualidade dos nossos produtos. (Leia mais…)